Pages

21 de dezembro de 2012

Pensamentos de Aline

Por vezes, há muito tempo, o Universo teima em me dar oportunidades de estragar com a vida de alguém, de ferrar com a mente, de dizer algumas verdades. E eu nunca o fiz, não nasci para estragar nada, para forçar as pessoas a enxergarem nada. Me afasto, fico na minha e assim sempre foi, e creio que sempre será. Sou muita justa, comigo mesma, com minhas crenças, e se fui julgada de algo que nunca fui, foi em nome da minha verdade. Alguns me temem, algumas me idolatram, outros insistem na minha falsidade. As verdades são múltiplas, não existe falsidade em si e sim hipocrisia, esta há muita, principalmente no que diz respeito a teoria x prática. Não faço nada a toa, não digo nada a toa, e se alguma vez o fiz, arquei com as consequências e me lambuzei com elas. Sou da paz, quero paz, mas aprendi que não adianta pagar de viver a paz e falar mal de todos. Algumas vezes já desejei a felicidade do outro antes da minha, em nome disso já fiz muitas loucuras. Me apaixono por pessoas grossas, amo pessoas que filosofam, abomino pessoas que não vivem sua essência. 
Em 17/10/2012 

"O que nos tornam diferentes uns dos outros não são os problemas que temos, mas sim a maneira de lidar com eles." Sim, porque cansa as pessoas só reclamando de TCC, estágio, que trabalha e não é rico, que tá solteiro, que não tem nada para fazer, que mimimimimi! E quando não reclamam se acham, como fosse um puta status ou ser mais ou menos guerreir@ porque acorda às 5 da manhã para trabalhar. Tá eu não aprendi mesmo que o ser humano é um eterno descontente, deve ser por creio nesses seres como modificadores de realidade, de pensar positivo, ser ético, de ajudar o outro, de aprender e ensinar, de compartilhar, de amar. Mas antes de reclamar faça um bem à si e ao próximo: reflita, pois você que ESCOLHEU essa situação que está/é sua vida! 
Em 04/11/2012

"Vamos curtir o momento?" Penso que esse sim é o segredo da vida toda. 
Em 06/11/2012 

Preste atenção nos sinais que a vida vai lhe dando, eles ensinam muito. 
Chega a ser ''engraçado'', quando passamos a não falar da nossa vida para os outros (todos/alguns), mesmo que o contar naturalmente/espontaneamente... tudo de positivo começa a acontecer e a vida a fluir. 
Em 11/11/2012 

De forma estranhamente deliciosa ela passa a sentir uma paz ao viver tudo que sempre acreditou como essência do seu ser. 
Em 12/11/2012 

Seria cúmulo da carência: achar que ama, aguentar um sexo ruim, falar que é a pessoa da sua vida, temer o término por ficar sozinho, fingir felicidade? Resumindo um relacionamento fracassado só pra dizer "eu achei meu amor"? 
Em 14/11/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário no Mundo Bicho Grilo!
Acione o botão "Notifique-me" para você receber a mensagem com a minha resposta!