Pages

24 de fevereiro de 2013

O abandono de si mesmo

Quantas vezes a gente se abandona? Veste uma capa de ''empurrando com a barriga'', ''deixando a vida levar'', aquela de sobrevivência e que ninguém admira, mas faz. A gente se perde, e quando se acha fica pasmo de quanto se perdeu e o tempo perdido. Mas isso não basta, vamos nos perdendo e nos achando, como um ciclo, tudo faz sentido. O segredo, creio eu, é aprender com todos esses momentos, chegar mais próximo da essência, da verdade que é ser nós mesmos e de descobrir quem queremos ser e o que queremos fazer, dia-a-dia para bem viver toda essa experiência terrestre. Quanto tempo eu não me inspirava, não escrevia, não praticava meus rituais, não lia sobre o que me faz bem, enxergo agora que temos época de negação, tudo precisa de um tempo de ócio para fazer sentido, para novos despertares: os da alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário no Mundo Bicho Grilo!
Acione o botão "Notifique-me" para você receber a mensagem com a minha resposta!