Pages

18 de junho de 2010

Penso sobre o tempo que temos...

Realmente este pode não ser o último dia dos nossos dias.
Mas com certeza é o ÚNICO em sua inteireza.
Impossível voltar ao segundo anterior.
Impossível ter a certeza do próximo segundo.
Todos são únicos: os nossos segundos, os nossos dias, os nossos meses e nossos anos.
Como os viveremos?
Como os estamos vivendo?
Te respondo o que vejo: tanto em você, quanto em mim, sobrevivemos a maioria dos nosso tempo.
Mas não se engane a vida é curta, e você tem muito pouco tempo para realizar tudo aquilo que idealizas como essencial. (medo?)
Será que sou eu que estou passando pela vida ou a vida passando por mim?
A inscontância para a mudança me move.
Contradições.
Incertezas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário no Mundo Bicho Grilo!
Acione o botão "Notifique-me" para você receber a mensagem com a minha resposta!